27 de agosto de 2018

06 práticas minimalistas para o mês de Setembro

A bagunça ao redor pode realmente paralisar processos, pessoais e profissionais. Por isso, neste mês de Setembro, aproveite para organizar, limpar, deixar os seus espaços mais bonitos e funcionais. O seu final de ano vai caminhar muito melhor depois. Pode confiar. 

Essa é a última semana do meu ano. A essa altura, no ano passado, estava eu aqui dando notícias sobre o plano desse ano que já passou. De lá pra cá, quanta coisa aconteceu! Foi lançamento do livro, início do projeto Meninas da Firma, duas turmas incríveis do Laboratório de Produtividade, lançamento do Agora Vai, Mentoria para Personal Organizer, trabalho remoto em vários países diferentes. Me sinto muito grata por este ano onde pude viver tantas experiências novas, me permitindo aprender mais e contribuir mais.

Eu decidi começar o meu planejamento em Setembro desde que me mudei para Stanford em 2015. O fato do meu marido ser acadêmico e ter períodos mais fixos de trabalho do que eu, me levou a mudar a data dos meus planejamentos, que antes aconteciam de Janeiro a Janeiro. Isso facilita muito a nossa organização de viagens de trabalho, férias e agenda do dia a dia.

Em 2016 eu comecei a incluir interpretações astrológicas no meu planejamento também. Não sou astróloga mas estudo bastante e gosto de acompanhar as influências dos astros nos meus planos. Cada mês carrega uma energia e se estivermos conscientes disso, podemos aproveitar e usar a favor dos nossos projetos.

Por isso mesmo, quando chega essa época do ano, estou já planejada para organizar, porque é o mês que começa um novo ano na Universidade e também o ciclo de Virgem. Virgem traz essa energia de organização, praticidade e beleza. Então essa época do ano é ideal para colocar ordem na casa, revisar as roupas do armário, fazer melhorias nos processos, revisar o sistema e garantir que tudo está em ordem e se há espaço para o que é mais importante no ciclo que está por vir.

Em Setembro o foco por aqui é organização!

 

Neste mês o foco é destralhar, abrir espaço, repensar, organizar, dar lugares, desapegar, melhorar. Este é um período que me traz muita clareza do que eu preciso aprimorar e prestar mais atenção na minha vida. Assim, eu posso evoluir nos meus processos pessoais e no crescimento do meu trabalho.

E mesmo que você não comece o seu ano em Setembro como eu, pode aproveitar essa energia de limpeza e destralhamento que esta troca de estação nos trás. Se você não sabe por onde começar, sugiro conferir este post com 10 projetos de organização para colocar em prática. Avalie qual área precisa hoje da sua maior atenção e o que está te tirando o foco. Isso vai ser um bom norte para iniciar a sua organização.

Você pode usar métodos diferenciados para ajudar. Na sequência você vai conhecer 06 práticas minimalistas para ajudar você a abrir espaço na sua vida neste mês de Setembro. Vamos a elas agora.

  • Método Kon Mari

O método da Japonesa, Marie Kondo, é um método muito usado por minimalistas. A ideia deste método é que você deve coletar tudo que possui, em todos os ambientes da sua casa e perguntar a cada coisa: Isso me traz alegria?

Em cima dessa resposta você vai poder decidir o que manter nos seus espaços. O método da Marie Kondo realmente sugere que você olhe item por item e ataque a pilha da bagunça de uma vez! Muitas pessoas acham o processo radical,  pra mim é tudo uma questão de se conscientizar sobre a proposta do método. Recomendo que se você for adotar essa técnica, tenha realmente tempo para fazer um intensivo de organização nos seus espaços e refletir sobre cada coisa que está organizando com muita atenção e carinho.

Mantenha em sua vida apenas aquilo que traz alegria. Eu curto muito esse posicionamento da Marie Kondo.

  • Método da Falsa Mudança

Eu conheci esse método através do The Minimalists. A ideia é que você organize caixas como se estivesse de mudança. Coloque nessas caixas separadamente as coisas que você levaria para outra casa. Só que elas terão outro destino!

Você vai tirar essas caixas da sua casa por dois meses. Vale deixar na casa de um parente, mas peça permissão hein? Não é legal sair entulhando a casa dos outros. Você pode também alugar um storage. Isso vai inclusive te dar o preço de guardar essa bagunça.

Depois de dois meses você vai resgatar essas caixas e eliminar aquilo que não usou. É claro que se está dentro da caixa e você sentiu falta, vale resgatar, pois você vai se lembrar da utilidade daquele objeto. Geralmente este método torna possível você se livrar de uma série de coisas que só estavam ocupando espaço. E tudo de uma vez!

Para quem está de mudança essa técnica acaba sendo mais aplicável. No dia a dia ela não é tão prática e exige bastante tempo de preparação. Além disso, não é muito recomendada para roupas, principalmente para quem vive em regiões onde a mudança de clima é mais certinha.

  • Método do Cabide Virado

Eu gosto bastante dessa metodologia para organizar o guarda roupa. A ideia é que no início da estação você deixe todos os seus cabides virados para o mesmo lado. Ao longo dos dias você vai virando aquilo que usou para o lado oposto. No final da estação observe aqueles cabides que não foram virados, ou seja, as roupas que não saíram do seu armário.

Por que você não usou essa peça? Não combina mais com você? Não é coerente com os papeis que você exerce hoje? A roupa não te trás mais alegria? Seja qual for a razão, o cabide não virado é sempre um sinal que permite um questionamento mais profundo.

Nós usamos as mesmas roupas sempre e todos temos peças mais queridas no armário. A regra de Pareto mostra que usamos apenas 20% do nosso armário, sabia? Por isso, mesmo que você não aplique essa técnica durante todo o ano, vale fazer o teste de estação para estação. Isso traz uma clareza incrível sobre o que merece espaço no guarda roupa.

  • Jogo Minimalista

Outra técnica que eu aprendi com o The Minimalists e que eu gosto de jogar de vez em quando. Neste mês de Setembro vai ser o método escolhido para destralhamento aqui em casa. É uma técnica mais difícil e a dificuldade vai crescendo enquanto você vai jogando, mas eu percebo que pra mim, é uma técnica muito eficiente e que me proporciona resultados rápidos.

O Jogo começa propondo o descarte de uma peça no primeiro dia. Depois duas peças no segundo dia. Três peças no terceiro dia e assim por diante. Minha ideia é fazer para os primeiros dias de Setembro, antes da minha próxima viagem ao Brasil. O que me dará 20 dias de prática e muitos objetos descartados! Pretendo mostrar mais no Stories sobre a experiência. 🙂

  • O Método das Quatro Caixas

A ideia desse método é bem simples. Você vai separar quatro caixas na sua casa: para jogar fora, para doar, para vender, para consertar. Você vai decidir qual cômodo ou projeto vai organizar e vai colocar tudo dentro dessas caixas para depois realmente realizar as decisões que tomou.

Pela minha experiência, essa é uma das maneiras mais práticas de destralhar a casa, pois as pessoas conseguem visualizar o destino das coisas. Porém, a ação que a caixa sugere deve ser tomada logo, pois uma caixa de doação que não sai de casa, vai voltar pro armário! Então se você tem peças de roupa para consertar já marca o horário no costureiro! Se tem coisas para doar, pense em destinos legais para essas coisas. Quem poderá usufruir das coisas que você não está usando hoje? Pense em abrigos, espaços de refugiados, organizações.

Caso o que você esteja descartando seja lixo, por favor, busque uma forma de reciclagem. Já existe tanto lixo no mundo… Vamos fazer nossa parte e contribuir para reutilização dos objetos, combinado?

  • Método 20/20

Outro método que eu aprendi com The Minimalists (sou muito fã) ♡.

Este método vale tanto para se livrar de itens quanto para evitar compra de itens desnecessários.

Muitas vezes a gente se depara com a pergunta “mas e se eu precisar disso?” antes de eliminar algo dos nossos espaços. É o que os minimalistas chamam de itens “just in case”. Neste caso a recomendação é se perguntar se você pode substituir esse item por menos de 20 dólares (adapte a sua moeda) em menos de 20 minutos da sua locação atual. Se a resposta for sim (gente, geralmente é!), pode ficar tranquilo em se livrar desse item!

Essas práticas minimalistas nos ajudam a limpar os nossos espaços, consequentemente liberando caminhos, limpando nossa mente e tirando várias sensações de dívidas que carregamos.

A bagunça ao redor pode realmente paralisar processos, pessoais e profissionais. Por isso, neste mês de Setembro, aproveite para organizar, limpar, deixar os seus espaços mais bonitos e funcionais. O seu final de ano vai caminhar muito melhor depois. Pode confiar.

O meu papel é facilitar a sua aprendizagem trazendo caminhos de organização já testados e aprovados.

Deixe o seu comentário:

Inscreva-se na minha newsletter!

Inscreva-se na minha newsletter!

Receba minhas dicas de organização pessoal em sua caixa de e-mail

Você receberá um e-mail para confirmar o seu cadastro. Não se esqueça de verificar a caixa de spam :)

Pin It on Pinterest