In Vida Simples

Eu escolhi um negócio digital para ter a liberdade de trabalhar enquanto viajo, pois gosto muito mesmo de pegar a estrada, ou as nuvens e sair por aí. No início desse ano coloquei como meta que queria viajar mais enquanto trabalho e com tantas coisas aqui pelos arredores a conhecer, mais a necessidade de ir ao Brasil com frequência pra gerir os negócios, acabou que essa meta tem se tornado realidade.

Essa semana estou em Vancouver. Vim para cá para gravar novos vídeos para o YouTube e também um novo curso online que estará em breve disponível pra vocês. Quando viajo, a rotina sempre muda um pouco. Fica diferente do que é a minha rotina em casa. Muda porque eu tenho menos obrigações domésticas, como mais fora, há outras formas de distração, quero conhecer coisas na cidade que estou, etc. Por isso mesmo um planejamento de viagem me ajuda muito a não esquecer nada e poder aproveitar bem o período que estou viajando podendo cuidar das prioridades da minha viagem, seja trabalho, seja lazer.

Como estou viajando com mais frequência, decidi montar um checklist detalhado no Todoist com todas as etapas de planejamento da viagem. O checklist detalhado inclui desde o planejamento inicial da viagem até as atividades que devem ser realizadas após a viagem. Tem todos os passos que eu preciso saber para organizar uma viagem internacional, mas em trechos nacionais aproveito bastante e apenas ignoro os itens que são de voos internacionais.

Deixei esse checklist como um modelo e toda vez que preciso organizar uma viagem faço uma importação para o meu Todoist para seguir todas as etapas e poder incluir as atividades ao longo dos planejamentos das semanas que antecedem a viagem. Gosto de começar a planejar viagens internacionais com pelo menos 3 meses de antecedência. Nacionais com pelo menos um mês de antecedência.

Como eu faço: 

1. Estruturo um projeto da viagem e importo o checklist com todas as etapas do planejamento da viagem.


2.  A primeira parte é o planejamento onde incluo pesquisa de passagens, hospedagem, compra de tickets e o que se refere a deixar tudo pronto para me receber.

3. A segunda etapa é a da mala, e serve para organizar o que preciso levar, incluindo materiais referentes ao trabalho. Separo entre mala de mão e mala de despachar e na segunda, incluo todas as categorias com os objetos para conferência. Desse jeito não dá mesmo trabalho nenhum lembrar o que é preciso levar.

4. A terceira etapa é a que eu faço um dia antes de viajar, mais para conferir se tenho tudo a mão e de fato, não estou esquecendo nada. Essa fase também é importante para checar os serviços, clima do destino e mais uma vez, garantir que não vou ter probleminhas inesperados na viagem.

5. A quarta etapa é realizada no momento do retorno, o que significa que o projeto da viagem só é marcado como concluído depois que eu volto pra casa. Nessa parte eu me asseguro da organização pós viagem, fazendo uma revisão, arquivando documentos, fazendo backup de fotos e organizando minhas coisas para não ficar mala espalhada no meio do quarto  (coisa que eu detesto!).

É dessa forma super simples, com um modelo já estruturado que me organizo toda vez que vou viajar. Eu acho fundamental ter checklists como esses para situações que se repetem. Fazer uma conferência e garantir o passo a passo serve pra economizar tempo e poupa muita energia! Nada de stress e viagem organizada. Olha só que coisa boa!

Você costuma trabalhar com checklists? Me conta nos comentários!


 

 

 

Recent Posts
Showing 5 comments
  • Rodrigo Cristiano Silva
    Responder

    Oi Gabriela, tudo bem? Poderia falar mais sobre o seu negócio digital e como ele funciona? É baseado no estilo Tim Ferris? Agradeço a atenção.

    • Gabriela Brasil
      Gabriela Brasil
      Responder

      Oi Rodrigo. O Tim Ferriss me inspirou bastante mas o modelo do meu negócio está mais ligado a infoprodutos. Trabalho com consultorias, treinamentos e conteúdos online, enquanto posso viajar e gerir e empresa a distância.
      Em próximos posts posso falar mais sobre isso. Te interessa essa parte de organização + empreendedorismo?

      Abs

  • Rodrigo Cristiano
    Responder

    Gabriela, obrigado pela resposta. Eu estou em busca de pessoas que vivem o estilo de vida que o Tim Ferris apresenta no livro “trabalhe 4 horas por semana”, ou que ao menos vivam parte do que ele menciona. Assim encontrei você e outras pessoas que conseguem esta realidade de vida fora do padrão de trabalho por carteira assinada e marcação de ponto.
    Gostaria muito de entender como funciona este “universo”, a realidade, as dificuldades, mas principalmente onde encontram as oportunidades. Acredito que você tenha um grupo de pessoas que de certa forma convivem contigo que também adotam este estilo de vida mesmo que de forma parcial. Acertei?
    Sobre infoprodutos, estou conhecendo agora este universo. Poderia compartilhar como funciona este mercado?
    Desde já, agradeço sua atenção.

    • Gabriela Brasil
      Gabriela Brasil
      Responder

      Oi Rodrigo! Pois então, eu sou uma dessas pessoas que se inspiram nesse estilo de vida pregado pelo Tim Ferris, fora do padrão convenciional. Acredito que seja um processo pois precisamos de tempo para nos adaptar. Na verdade, o meu desafio é justamente esse. Eu não convivo com tanta gente assim diariamente que tem o mesmo estilo, pelo contrário. É como nadar contra a corrente. O mercado de infoprodutos é bem extenso e valeria um post só sobre isso. Recomendo que você busque o trabalho de empreendedores digitais como a Rafaela Cappai, que fala bastante sobre este assunto. Abraços!

  • Rodrigo Cristiano Silva
    Responder

    Obrigado pela dica! Espero nos vermos em breve desfrutando do mesmo estilo de vida. Um abraço! Continuarei acompanhando o blog 😉

Leave a Comment

Receba minhas dicas de organização pessoal em sua caixa
INSTAGRAM
FACEBOOK
Contato

Envie um e-mail e entrarei em contato em breve

Not readable? Change text. captcha txt

Start typing and press Enter to search