In Destaque
Na escola minhas notas sempre foram boas. Na faculdade eu conseguia dar conta dos trabalhos e dos estudos mesmo trabalhando com produção durante 8 horas todo dia. Chegava na faculdade morta de cansaço muitas vezes, mas ainda assim consegui me formar muito bem. Eu me lembro de várias pessoas falando o quanto a fase do TCC é complexa e cansativa, mas consegui entregar o bendito tranquilamente em 4 meses, sem muito stress. Sempre fui do time dos dedicados e com organização sempre consegui alcançar bons resultados nos estudos. 

 

Eu estudo todos os dias. Mesmo que eu não esteja fazendo algum curso específico, gosto muito de continuar estudando, lendo, me atualizando. O meu foco de estudos desse ano é o Inglês, mas estou fazendo outras certificações na área de Organização e Produtividade, além de tentar me manter sempre bem informada porque como instrutora e consultora preciso estar sempre por dentro dos assuntos da minha área. Tudo isso me consome bastante tempo e como está diretamente relacionado aos meus objetivos, são tarefas importantes. Que merecem foco e tempo mesmo. 

 

Independente da sua situação de estudante (ensino médio, universidade, concurso público, auto didata), você quer ter um bom desempenho para alcançar bons resultados, certo? E aprender sempre leva a gente mais longe, então eu vou dividir com vocês algumas dicas que podem aumentar muito o seu desempenho nos estudos.

 

1. Saiba onde você quer chegar

 

É importante que você defina exatamente onde você quer chegar. Qual é a sua meta? Você não deveria dar um passo sequer sem antes saber onde você quer chegar. Simplesmente porque você pode estar perdendo seu tempo e pode acabar estudando de forma errada.

 

Trace metas. Seu objetivo é passar em concurso público? Em quanto tempo? É o concurso dos seus sonhos ou você precisa passar para suprir necessidades? Seu objetivo é estudar para passar em um mestrado? No vestibular? Ter uma meta facilita a traçar uma estratégia. Até porque não é sobre estudar mais, é sobre estudar melhor! Se você quer passar em um concurso porque precisa logo melhorar de salário para suprir a renda da família o mais estratégico é estudar um conjunto comum de matérias para uma série de concursos diferentes, mas se você está estudando para o cargo dos seus sonhos você verá matérias específicas de um concurso só.

 

Pense na sua meta para conseguir traçar sua estratégia.

 

Um dos meus objetivos desse ano é falar Inglês fluentemente a ponto de conseguir me comunicar com tranquilidade e trabalhar com clientes americanos. Este é o resultado que eu quero alcançar até o final de 2016. Então toda a minha estratégia de estudos têm sido voltada pra isso. Tenho investido muito no convívio social com outros americanos para conversação. Por estar morando nos EUA isso é muito mais tranquilo de ser feito, mas existem várias ferramentas bacanas e gratuitas que você pode acessar se quiser falar inglês com alguém, como o Busuu. Além disso tem as leituras, as aulas e os conteúdos em Inglês para absorver. Ou seja, é um bom investimento de tempo, então o objetivo deve estar bem claro. 

 

2. Valorize o seu descanso e o seu lazer

 

Um dos principais erros de quem começa a estudar ou já está em uma rotina de estudos sem muito resultado é pensar no que vai ter que abrir mão na vida para dar conta dos estudos. Mude essa mentalidade já! Passe a pensar em tudo que vai vir de positivo por conta do seu investimento nos estudos. Esse pensamento vai fazer diferença na hora que você estiver estudando.

 

Você precisa de tempo para ter vida, interagir, dormir bem, ficar com sua família… Porque esse tipo de coisa nos traz bem estar e quando estamos mais cheios de energia produzimos mais. Não abra mão do seu sono, isso pode fazer muita diferença.

 

3. Não estude sob pressão

 

A pessoa que estuda sob pressão é aquela que possui recursos limitados de tempo ou de dinheiro, ou ainda aquela que está cercada de expectativas elevadas seja dela mesma ou de pessoas que convivem com ela. Essa pressão pode interferir em momentos cruciais. Essa expectativa elevada é reconhecida pelo cérebro que produz duas substâncias que interferem no funcionamento do córtex pré frontal: a adrenalina e a noroadrenalina. O córtex pré frontal diz respeito a parte cognitiva do cérebro e quando a pressão é grande essas substâncias interrompem o pensamento causando aquela sensação de branco típicas em apresentações ou provas. E não adianta eliminar a pressão um dia antes ou uma semana antes da prova ou da apresentação se você já passou um ano inteiro sob pressão.

 

Então elimine pressões. Converse com seus pais e cônjuges, comentando que a pressão pode dificultar os planos que você tem. Comunicação é fundamental nessa hora. Cada um tem seu tempo e sua velocidade. Não dá estudar bem cercado de cobrança dos outros e de si mesmo.

 

4. Conheça o ritmo do seu corpo

 

Estudar exige atenção. Você precisa com seus estudos: reter a informação, saber como acessar a informação e lembrar da informação. Em qual período do dia você sente que rende melhor nos estudos? Tente estruturar sua rotina para dar conta de estudar nesses períodos.

 

Obter bons resultados nos estudos depende também da forma como você conhece o seu ritmo e os seus pontos de pico do dia, isso faz muita diferença para quem quer ser  mais produtivo nos estudos.

 

5. Atraia informações relevantes para os seus estudos

 

A gente já vive cercado de informações por todos os lados. Mas muitas vezes esse volume de informações pode não estar acrescentando em nada na vida. Então se você já está presente no Facebook, Instagram ou Linkedin passe a seguir fontes que acrescentem aos seus estudos. No Facebook faça parte de grupos que estudem o que você está estudando. Siga professores e veja o que eles estão fazendo. Acompanhe profissionais no LinkedIn. Se cerque de fontes excelentes porque com certeza a informação vai ser processada e aproveitada nos seus estudos e em outros projetos.

 

Acesse cursos online e assista o TED Talks para ver vídeos curtos com abordagem de conteúdos diversos que podem ser muito agregadores.

 

6. Faça um bom planejamento de estudos

 

Quem tem um método consegue muito mais resultados. Estudar mais não é a solução. É fundamental aproveitar bem as horas de estudo.

 

Para um concurso público por exemplo, o mínimo de duas horas de estudo por dia é fundamental segundo o coach especialista em concurso público, Márcio Micheli.

 

Nesse planejamento você vai definir quais são os próximos passos que você quer concluir nestes estudos. É importante levar em consideração todas as forças resistentes. Considere durante a sua jornada o que pode vir a te atrapalhar. Prepare-se para não ser surpreendido. Seu plano precisa englobar as aulas, as anotações, matérias a serem estudadas, leituras, revisões e o que mais for necessário.

 

Este aqui por exemplo são os projetos que tenho relacionados para este primeiro trimestre em relação aos estudos de Inglês. Eu faço esse planejamento no Evernote. Os itens marcados em amarelo são os projetos que estou trabalhando em janeiro. Ao longo do ano vou inserindo outros subprojetos.

 

Captura de Tela 2016-01-26 às 19.57.25

 

Selecione previamente os materiais que devem ser estudados na próxima semana de acordo com o seu planejamento. Certifique-se de encaixar seus estudos em horários mais produtivos do dia. Reserve as disciplinas mais complicadas para as partes do dia que você está com a mente descansada e as coisas mais simples para os períodos de menor disposição.

 

Insira suas tarefas em um sistema confiável. Eu e meu marido usamos o Todoist para acompanhar os estudos. Eu costumo usar tarefas recorrentes porque o que estou estudando depende de muita leitura e frequência. Ele já estrutura o sistema dele baseado em deadlines para os cursos que faz. Abaixo exemplos da nossa estrutura.

 

Captura de Tela 2016-01-26 às 20.57.05

 

12647987_10156511445195077_1179818819_n

 

7. Organize seus materiais de aula 

 

Dependendo do tipo de estudo que você está fazendo você vai ter mais ou menos papelada. Eu não sou lá muito fã de guardar papel então boa parte dos materiais eu uso digitalmente e prefiro escanear materiais que recebo no papel, mas sei que muitas pessoas precisam guardar apostilas e várias xerox, por exemplo. Eu recomendo que você use pastas que podem ser separadas por matérias. Se você estiver em um semestre em andamento na faculdade pode usar uma pasta sanfonada para ir organizando o material que vai chegando ao longo das aulas. Se o fluxo for grande uma pasta de plástico grossa para cada matéria então. Ou ainda, você pode usar um fichário. Mas só de pensar no peso já fico cansada! Rs.

 

Como eu organizo todo o meu material digitalmente, o acesso fica muito fácil via Evernote. Tenho cadernos para cada curso ou especialização que realizo e organizo os materiais em notas. A vantagem: não preciso ficar carregando peso! Aqui entram as anotações de aula, trabalhos, resumos, resenhas, ideias e o que mais for pertinente ao estudo da matéria.

 

Captura de Tela 2016-01-26 às 21.12.59

 

É necessário também organizar as leituras. Tem que ler, gente! Bons estudos são fundamentados em muita leitura. Liste o que você precisa ler ao longo da semana e divida as tarefas de acordo com o tempo que possui disponível. Não deixe acumular leituras. Leve os textos onde estiver e aproveite o caminho do ônibus, fila de banco, almoço… para ficar em dia com suas leituras. Mais uma vez olha a vantagem de ter um arquivo digital para guardar seus materiais de estudo: você pode acessar suas leituras facilmente pelo celular.

 

Eu uso o Evernote para gerenciar minhas leituras e acabei montando uma pilha de referências com assuntos que estou estudando. Para localizar algo que preciso, acesso as categorizações criadas na etiquetas.

 

Captura de Tela 2016-01-26 às 21.11.38

 

Para administrar aquelas leituras de atualização que vem através de blogs, artigos na internet, notícias e redes sociais é interessante você usar um agregador de feeds e cadastrar suas fontes. Uma boa alternativa para isso é o Feedly. Quando tiver um tempinho acesse a ferramenta para ficar em dia com as novidades.

 

8. Bloqueie distrações  

 

Feche as portas e peça para não ser interrompido. Desligue o celular.

 

Bloqueie sites que lhe causam distração. O SelfControl é um programa para MAC que faz isso, por exemplo. Dá pra registrar sites que te tiram a atenção e programar períodos para serem bloqueados.

 

Para ajudar a focar, use a técnica Pomodoro. Com o simples auxílio de um timer, pode ser o de cozinha ou um app no celular, você pode passar mais tempo focado nas suas tarefas. A técnica pomodoro consiste em trabalhar em intervalos, 25 minutos e 5 minutos de descanso. Funciona muito bem pra muita gente. Mesmo que você não funcione com a ideia dos 30 minutos, a prerrogativa de períodos de foco somadas a períodos de descanso traz bons resultados. O importante é na hora não se envolver com mais coisas relacionadas ao estudo ou trabalho enquanto estiver dando pausas. Prefira alongar, sair pra tomar um café, checar o Instagram.

 

9. Cuide da sua saúde

 

Cuidar da sua saúde garante sua energia e foco para estudar. É importante escolher bons alimentos e praticar atividade físicas. Muitas vezes os estudantes deixam o exercício de lado porque consideram que não tem tempo. O aplicativo Sworkit – para iOS E Android – indica séries de exercícios personalizados no seu tempo. Tem cardio, força, yoga, alongamento e uma série de coisas legais.

 

10. Faça revisões e pense a frente

 

A unidade semanal é perfeita para revisar e planejar a próxima rodada de estudos. Como ao longo das semanas temos compromissos e tarefas diferentes, revisar o conteúdo da semana e ter um panorama de quais tarefas realizar e quais são os resultados esperados facilita muito a manter tudo funcionando dentro do prazo. Além disso, revisar o que foi feito facilita o acesso e o aprendizado.

 

Você precisa organizar períodos na sua semana para revisar as aulas e certificar que a informação foi processada e arquivada de forma que você possa recorrer a ela depois.

 

A hora da revisão é legal para você entender os próximos passos. Então se você sabe que na semana que vem tem determinada aula, já pode pesquisar o conteúdo antes. Se você tem uma apresentação a fazer, recorra a um resumo já feito e faça anotações. Assim você vai chegar na aula com perguntas consistentes e aproveitar muito melhor.

 

Espero que essas dicas possam ajudá-lo a ter um desempenho nota 10!

 

Recommended Posts
Showing 2 comments
  • Bruna
    Responder

    Oi Gabriela, excelentes dicas. Atualmente estou estudando para concurso e já estou colocando algumas em prática. Ter organização, disciplina e um bom método de estudo já percebi que é fundamental. Tenho uma bebê de 10 meses e estava tentando estudar depois que ela ía dormir. Resultado: frustração. Geralmente já estava tão cansada que os estudos não estavam rendendo.
    Agora estou acordando às 5h todos os dias e assim tenho pelo menos 2 horas com as energias renovadas para estudar 🙂
    Também tento usar o mínimo de papel, mas me organizo melhor (mentalmente, hehe) fazendo resumos escritos a mão.
    Gostei da ideia de fazer o planejamento no todoist, só não consegui ver as imagens do evernote, fiquei curiosa 😉

    • Gabriela Brasil
      Responder

      Oi, Bruna!

      Também sou como você, gosto de fazer resumos no papel. A grande vantagem do digital é que a gente pode produzir no papel e arquivar no digital. 🙂
      Você acessou pelo celular? Porque às vezes as imagens dão um probleminha no mobile. No computador dá pra ver direitinho.

      Abraços e obrigada pelo comentário.

Leave a Comment

Receba minhas dicas de organização pessoal em sua caixa
INSTAGRAM
FACEBOOK
Contato

Envie um e-mail e entrarei em contato em breve

Not readable? Change text. captcha txt

Start typing and press Enter to search